27 de fev de 2012

Pintura

Bem, tudo bem galera?
Esses dias eu estava de bobeira, conversando com
minha amiga Kari (a autora de Spy Project, recomendo
lerem, é só clicar no banner a direita ali), e então
resolvemos conversar sobre pintura digital.
Eis que resolvi pintar um desenho antigo, que
inclusive está na galeria a versão PB, e saiu isso aê...
Espero que tenham gostado!
Estou melhorando eu acho.
Grande abraço!

Inspiração

É rapazeada, estou aqui, desenhando a todo vapor
(tá nem tanto, tô numa lenga dos infernos) para
postar o mangá pra vocês, mas garanto, está saindo
dez vezes melhor que o capítulo 1!
Tenho me inspirado muito, no pouco tempo que tenho
me sentado no pc pra desenhar, e nisso tenho escutado
algumas músicas que tem me inspirado muito enquanto
eu desenho.
Uma delas essa:






Vamos lá, já estou na reta final do capítulo 2!
Contagem regressiva!
O pior de tudo, está sendo manter as páginas sempre
dinâmicas, mas a gente chega lá!
Em breve amigos, em breve!

23 de fev de 2012

Atualizando

Bem amigos, estou aqui hoje deixando uma
rápida atualização.
Como estou trabalhando, ando meio sem tempo
de ficar vindo sempre no blog, o que não significa
que o blog tenha morrido. xD
Hoje estou deixando como fã, um vídeo de uma
abertura do novo Dragon Ball Z (jogo).
A abertura está fenomenal, nunca vi uma mais
bacana, e como fã, vale a pena assistir!




É isso aí galera.
Em breve volto com novidades!

20 de fev de 2012

Taverna Secreta (contos)

Flor de papel

Ele sentou-se ao lado dela, em um local gramado, sobre uma pedra um tanto alta, de frente para um lago.

-Eu te amo, cochichou ao ouvido dela que deitava-se em seu colo enquanto trocavam carícias.

-Também te amo, ela respondeu.

-Tenho algo pra você, dizia enquanto retirava uma folha de papel da mochila.

-O que é isso? – ela pergunta.

-Este aqui, é o meu amor. Diferente dos demais, que são rosas vermelhas, intensas e vibrantes, porém, morrem logo. Meu amor é esta folha de papel, que a primeiro ver, pode parecer sem graça.

-Não entendo, diz ela olhando atenta.

-Não é uma rosa – e ele dobrou o papel em uma rosa – mas, pode se dobrar em uma, não tem cor, mas pode ser pintado com as cores que você escolher, e por fim, com cuidado e carinho, nunca vai morrer, disse assim entregando a flor de papel a ela.

-Vou cuidá-la para sempre, disse com brilho nos olhos.

Antes mesmo que ele pudesse ter sua rosa pintada, ela morreu.

6 de fev de 2012

HAUHUAHUAHUAH!

Perdoem-me queridos leitores, sei que
esta postagem não tem nada a ver com
o rumo do blog e do mangá, mas eu,
encontrei do nada, uma música que há
muito tempo eu procurava, da minha
infância, e acredito que muitos aqui que
tem mães noveleiras, já ouviram esta música.
E ao ouví-la, desatei a rir sozinho madrugada
a fora, então tive que vir dividir isso com
alguém.






Espero que curtam e riam, tanto quanto eu!
Grande abraço!

E as produções continuam!

Bem, queridos leitores, estou produzindo
o mangá com a velocidade de um guaxinim
ofendido, mas era isso, ou faisão atropelado.
A produção até que está mais rápida que antes,
visto que neste fim de semana consegui fechar
mais 3 páginas!
Faltam apenas 8 páginas para que o capítulo
seja fechado e lançado!
Vou deixar aí pra vocês, uma prévia de uma página
sendo feita!


Bem, por enquanto é só galera!
em breve trago matérias novas para vocês, e mais
uma sessão de como criar um fanzine!
Grande abraço, e nos vemos em breve no capítulo 2!